screen-capture

Afronte

Ao olhar para a figura abaixo, podemos pensar que se trata de algum pôster de filme de terror, ou até mesmo, um fantasma, para os menos céticos. E não é para menos, o tom sombrio e assustador da imagem, possui uma sensação de movimento, como se a qualquer instante o indivíduo presente na tela fosse se mexer. A fotografia é tão crível, que poucos afirmariam que os materiais usados para a criação da obra são os mais diversos tons de tinta e o bom e velho pincel…

Texto e entrevista: Natasha Soares

There are no comments published yet.

Leave a Comment